Instituto NANDYALA

                    Fundado na Zona da Mata Mineira (Muriaé/MG) em 2011, atualmente o Instituto Nandyala encontra-se sediado em Belo Horizonte, no coração da capital, devido à ampliação do leque das suas atividades. Trata-se de uma organização sem fins lucrativos que tem por finalidade a promoção do prazer da leitura, em interface com as artes, as culturas, a educação e/ou a sustentabilidade, nas suas diversas formas de expressão. Para alcançar seus objetivos, o Instituto desenvolve ações articuladas aos seguintes eixos:

                                        • Concepção e execução direta de projetos,                                                              programas ou planos de ações que promovem e                                                    valorizam iniciativas nas áreas do livro, das culturas,                                              das artes, da educação e da sustentabilidade

                                        • Edição, produção e comércio de catálogos, revistas,                                             livros e artigos étnicos e/ou artesanais

                                        • Recebimento de doação de recursos físicos,                                                         humanos e financeiros, destinados ao incentivo à                                                   circulação do livro e à promoção da leitura

                                        • Prestação de serviços intermediários de apoio a                                                 outras organizações, com ou sem fins lucrativos, e a                                               órgãos ou instituições do setor público ou privado                                                   que atuam em áreas afins

 

O Instituto NANDYALA atua, de forma ampla, na execução de importantes iniciativas: 

  • Projeto «Leitura em diferença», com várias atividades editoriais, culturais e pedagógicas a partir da exposição de um acervo bibliográfico altamente selecionado e organizado em categorias. Inúmeros títulos destacam as múltiplas faces das relações raciais e de gênero, dos direitos humanos e da sustentabilidade. Os livros encontram-se disponíveis em “ocupações afroliterárias”, estruturadas com o apoio dos parceiros em Minas Gerais e no Rio de Janeiro.
  • • Programa «MURILÊ! — Conhecimento e leitura para você» , composto por um grupo de ações e projetos integrados, com o propósito de estimular o gosto e o hábito da leitura no Município de Muriaé no período 2017-2020. 
  • • Prêmio EDUCA Minas para a Diversidade Étnico-racial, concedido a docentes da Educação Básica atuantes em Minas Gerais, cujas atividades pedagógicas se destacam pela excelência na abordagem cotidiana das relações étnico-raciais     em sala de aula, colaborando com o processo de efetivação da Lei 10.639/2003 no Estado.
  • • FLIAFRO – Festa Literária de escritores(as) Africanos (as), Indígenas e da Diáspora Negra, iniciada em 2012 para a referenciação social da leitura de livros de autorias negras e indígenas, os quais circulam pouco no mercado editorial brasileiro. Há 5 anos, a FLIAFRO se opõe politicamente às grandes festas literárias do Brasil, que não valorizam a leitura em diferença na perspectiva das relações étnico-raciais.