Uma “ocupação” é a ação política de ocupar fisicamente um espaço para desenvolver atividades que provoquem a reflexão crítica sobre questões sociais de extrema relevância, pouco contempladas pelas políticas públicas. Por causa da recusa dos governos, essas lacunas acentuam os processos históricos de exclusão e de subalternização de pessoas, simplesmente por serem diferentes.
É com essa intenção que o Projeto “Leitura em diferença”, do Instituto NANDYALA Livros, criou a “OCUPAÇÃO AFROLITERÁRIA”. Assim, você e outras tantas pessoas podem ter acesso a obras de autoras e autores negros de elevada qualidade conceitual e estético-discursiva, mas que pouco (ou nunca) circulam pelo mercado editorial brasileiro. Sabemos que isso se deve, historicamente, ao imaginário racista que não legitima, não reconhece e subalterniza os saberes tradicionais, as epistemologias, as produções intelectuais, artísticas e científicas de negras e negros, por não valorizar o seu amplo domínio do universo da reflexão e das letras a partir das suas próprias visões e percepções do mundo. Por isso, acreditamos que o livro e a leitura sejam ferramentas estratégicas de combate ao racismo e ao sexismo institucionalizados.

             Mais que uma livraria, a “OCUPAÇÃO AFROLITERÁRIA” visa ocupar o tempo, as mentes e as vidas com outras formas de pensare de conviver com pessoas de pertencimentos étnico-raciais diferenciados. É um lugar de encontros e de trocas, um espaço intercultural de partilha e de interações.